segunda-feira, 29 de julho de 2013

RUY CRESPO O APRESENTADOR DA TV - GAZETA-ES

RUY CRESPO O APRESENTADOR DA TV - GAZETA-ES

1 - RUY CRESPO COMEÇO COMO LOCUTOR  DA RÁDIO CACHOEIRO AS 13 ANOS DE IDADE.
2- NA RÁDIO FAZIA OS PRIMEIROS VERSOS ONDE LIA EM SEU PROGRAMA
3- MUDOU PARA VILA VELHA -PRAIA DA COSTA PARA ESTUDAR ODONTOLOGIA E DIREITO.
4- ENTROU NO CONCURSO PARA APRESENTADOR NA TV GAZETA. FORAM ESCOLHIDOS ENTRE OS 150 CANDIDATOS : RUY CRESPO , ANY RAMOS E MAURA MIRANDA.
5- INICIALMENTE APRESENTARAM JUNTOS O JORNAL HOJE.





5 - DEPOIS RUY CRESPO PASSOU A SER O SEGUNDO APRESENTADOR DO JORNAL NACIONAL DA TV GAZETA DO ESPIRITO SANTO.
ENOCK BORGES FOI O PRIMEIRO APRESENTADOR.
5 TRABALHOU NA RÁDIO CAPIXABA, RÁDIO CAPITAL, RÁDIO SIM, REVISTA SIM, JORNAL GUARAPARI E JORNAL CÂMERA 1.
6 RUY CRESPO É ESCULTOR, PINTOR, FOTÓGRAFO E ESCRITOR.

Nosso Amor Superou A Morte





                                                Nosso Amor Superou A Morte


Espanha-1762


O tempo caminha comigo
Comigo se fez até amigo
Sabe do meu coração ferido
Das cicatrizes que trago
De um amor sem afago
Lembranças da minha agonia
Encoberta na névoa fria
Sem o sol quente do meio dia
O tempo é o senhor da verdade
Aprendi talvez um pouco tarde
Ou no tempo certo da sabedoria
Separação
Superação
Amor

Sem contestação
Nossas vidas
Foram várias vidas
Vividas
Sofridas
Enamoradas
Reencarnadas
Mas vidas.
E assim amor
Chegamos juntos a esse presente
Que nunca esteve ausente
Somos almas fortes
Nosso amor superou a perda e a dor
Nosso amor superou a morte

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Retrato de Mulher





                                         Retrato de Mulher


Em cima do criado mudo do meu quarto
Existe um antigo retrato
Parece uma imagem simples de mulher
Não é uma foto qualquer
Confesso que aprendi ao lado dela
A olhar a vida de uma forma diferente
De dar valor ao agora, ao presente
Já que tudo passa tão rapidamente
Aprendi
Com ela a fazer versos de amor
Porque foi fazendo amor
Que encontrei a alegria
A fantasia
A profunda magia
Que existe na alma de uma mulher
Mas foi com ela que vivi
Também as dores mais profundas da vida.
Em cima do criado mudo do meu quarto
Existe esse retrato de mulher
Ele lembra hoje minhas noites de solidão
Insônias das madrugadas
Lembranças fixadas
Na alma e no meu coração
Daquele belo corpo que se movia
Nos lençóis da cama
Com suavidade
Nas caricias das minhas mãos
Em chama
Eu preciso pela menos por essa noite
Esquecer você
Sufocar essa saudade
Quando olho tudo isso
Nesse retrato de mulher.